Você sabe a diferença entre acondicionamento e armazenamento?

O tratamento de resíduos passa por diversas etapas, desde a coleta à destinação final. No entanto, existem alguns processos intermediários que são de extrema importância para obter um gerenciamento de sucesso, como o acondicionamento e o armazenamento de resíduos.

É muito importante que os profissionais que lidam com resíduos, entendam a diferença entre acondicionamento e armazenamento de resíduos. Embora tenham certas semelhanças, eles têm termos e usos diferentes.

  •  Acondicionamento: é a colocação dos resíduos sólidos no interior de recipientes apropriados, revestidos, que garantam sua estanqueidade, em regulares condições de higiene, visando a sua posterior estocagem ou coleta.
  • Armazenamento: consiste na guarda dos recipientes de resíduos contendo os resíduos já acondicionados em abrigos podendo ser internos ou externos até a realização da coleta.

Dicas

A gestão dos resíduos sólidos deve ser realizada de forma criteriosa e em conformidade com as leis e normas, dessa forma evitando multas, as empresas precisam promover boas práticas na coleta, armazenamento e transporte de resíduos.

Vale lembrar que a “Política Nacional de Resíduos Sólidos” estipula responsabilidades compartilhadas, as quais são atribuídas à cada membro da cadeia produtiva e do detentor da gestão dos resíduos para uma destinação final ecologicamente correta. O gerador, transportador e destinatário final são todos corresponsáveis.

Para realizar com qualidade a coleta dos resíduos, o armazenamento precisa ser feito com o acondicionamento de forma correta, cumprindo-se as leis e normas, sendo compatível quanto à classificação, quantidade e volume dos resíduos.

A importância do acondicionamento adequado consiste em otimizar a operação, prevenir acidentes, minimizar o impacto visual e olfativo, além de reduzir a heterogeneidade dos resíduos e, por fim, facilitar a realização da coleta.